Home » News » Newsletter » Reinforcing the Impact of the R-Existing Inhabitants at Africities 2018 » Rumo a construção de uma Rede Mediterrânea dos Habitantes

Mostra/Nascondi il menu

News

Rumo a construção de uma Rede Mediterrânea dos Habitantes

Este encontro, organizado pela AIH, visa estabelecer uma rede internacional de organizações de habitantes em todos os países que fazem fronteira com o mar Mediterrâneo, residentes e migrantes, em parceria com as autoridades locais que compartilham a abordagem dos direitos humanos na implementação das políticas de habitação, urbanismo e governação democrática.

Este é o primeiro passo comum entre organizações e instituições que sentem a necessidade de trocar experiências, definir estratégias comuns, construir a solidariedade internacional para o direito à moradia e à cidade e promover a liberdade de movimento e o direito de residir em cidades acolhedoras, multiculturais, multiétnicas, seguras e dignas. Agora é essencial e urgente abordar as raízes desses problemas, provocando o empobrecimento e a desigualdade dos habitantes e de nossos territórios, e implementar propostas transformadoras de bairros e coletivos urbanos conectados em toda o Mediterrâneo. O encontro promove um projeto de mobilização e capacitação local/internacional que, partindo do protagonismo dos sujeitos diretamente preocupados, incentiva a resistência à especulação imobiliária, à exclusão social, à guerra entre os pobres e o racismo que alimenta-se através de habitação pobre e despejos de um lado para o outro do comum mar Mediterrâneo.  Os palestrantes virão não só de Marrocos, Tunísia, Espanha e Itália, mas também de outros países africanos, como o Quênia, a Nigéria, a África do Sul e o Zimbábue, também preocupados com a proposta, porque estes países são muitas vezes a fonte da qual os migrantes chegam, novos habitantes da bacia do Mediterrâneo.

 

Primeira parte: 

Troca de experiências: todas as cores das cidades e seus habitantes 

  • Apresentação de problemas a nível local de habitação precária, planeamento urbano e governação urbana
  • Apresentação de atividades e políticas implementadas no nível local pela a defesa do direito à moradia, o direito à cidade e a governança urbana.

Segunda parte: 

Compartilhamento de propostas estratégicas: em conjunto para o direito à r-existir nas cidades  

  • Apresentação de propostas estratégicas.

Terceira parte:

Definição de um trajeto comum 2019-2021 para a construção da Rede Mediterrânea dos Habitantes 

Objetivos prioritários

Atividades-chave

Proposta de coordenação horizontal

Coordenação:

Soha BEN SLAMA, Coordenadora da Aliança Internacional dos Habitantes, Tunísia

Mike DAVIES, Coordenador da África anglófona da Aliança Africana Internacional dos Habitantes, Zimbábue

Cesare OTTOLINI, Coordenador global, Aliança Internacional dos Habitantes, Itália

Intervenções: 

Abdellah ALLALI, Président Réseau Marocain pour le Logement Decent, Maroc

Ilham TARHZOUT, Réseau Marocain pour le Logement Décent, Maroc

Ilhem BEN SALAH, Présidente Commission Démocratie Participative, Commune de l’Ariana, Tunisie 

Mohamed Kouraich JAOUAHDOU, Président Association Action Associative, Tunisie

Mouchrik ELMOSTAFA, Réseau Marocain pour le Logement Décent, Maroc

Mouna MATHARI, Présidente Commission communication médias, Commune de la Marsa, Tunisie

Olabisi Janet WILLIAMS, Spaces For Change, Nigeria  

Pedro Martin HERAS, Plataforma Afectados por la Hipoteca, Espagne

Wilfred Olal MADIGO, Bunge La Mwananchi, Kenya 

Tradução FR/EN

Info :  https://www.africities.org/sessions/sou-103-towards-the-construction-of-a-mediterranean-inhabitants-network/

Contacto :  soha.aih.tunisie@habitants.org


O(A) seguinte Tradutor(a) Voluntário(a) pelo direito à moradia sem fronteiras da AIH colaborou com a tradução deste texto:

Rodrigo Basilio dos Santos

Comentários

Entre com seu usuário e senha ou registre-se no site para comentar.